Senhor da Guerra e articulador de golpes de estado na América Latina, Kissinger chegou a ganhar um Prêmio Nobel da Paz

Diplomata estadunidense morreu ontem, aos 100 anos de idade

Henry Kissinger
Henry Kissinger (Foto: Reuters/Annegret Hilse)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Em 29 de novembro, Henry Kissinger, um influente diplomata que serviu como conselheiro de segurança nacional e secretário de Estado sob dois presidentes dos Estados Unidos, faleceu aos 100 anos. A notícia foi divulgada pela Reuters. Kissinger, cujas ações como diplomata deixaram uma marca indelével na política externa dos EUA e lhe renderam um controverso Prêmio Nobel da Paz, morreu em sua casa em Connecticut. A Kissinger Associates Inc., sua firma de consultoria geopolítica, confirmou o falecimento, mas não divulgou as circunstâncias de sua morte. Um serviço funerário privado em família está planejado, seguido por um serviço memorial público em Nova York em uma data posterior, segundo reportagem da Reuters.

Kissinger permaneceu ativo mesmo após seu centenário, participando de reuniões na Casa Branca, publicando um livro sobre estilos de liderança e testemunhando perante um comitê do Senado sobre a ameaça nuclear da Coreia do Norte. Em julho de 2023, ele fez uma visita surpresa a Pequim para se encontrar com o Presidente chinês Xi Jinping.

continua após o anúncio

Durante a década de 1970, no auge da Guerra Fria, Kissinger teve um papel fundamental em diversos eventos globais que mudaram a época, como o golpe de estado no Chile, enquanto servia como conselheiro de segurança nacional e secretário de Estado sob o presidente republicano Richard Nixon. O refugiado judeu nascido na Alemanha liderou a abertura diplomática dos EUA com a China, conversas de controle de armas entre os EUA e a União Soviética, fortalecimento de laços entre Israel e seus vizinhos árabes, e os Acordos de Paz de Paris com o Vietnã do Norte.

Após a renúncia de Nixon em 1974 durante o escândalo de Watergate, Kissinger continuou como uma força diplomática como secretário de Estado sob o sucessor de Nixon, o presidente Gerald Ford, mantendo opiniões fortes pelo resto de sua vida.

continua após o anúncio

Apesar de muitos o aclamarem por sua inteligência e vasta experiência, Kissinger também foi rotulado como um criminoso de guerra por seu apoio a ditaduras anticomunistas, especialmente na América Latina. Em seus últimos anos, suas viagens foram limitadas por esforços de outras nações em prendê-lo ou interrogá-lo sobre políticas externas dos EUA passadas.

Seu Prêmio Nobel da Paz de 1973, concedido conjuntamente a Le Duc Tho do Vietnã do Norte, que recusou o prêmio, foi um dos mais controversos. Dois membros do comitê do Nobel renunciaram devido à seleção, enquanto surgiam questões sobre o bombardeio secreto dos EUA no Camboja.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247