Seul acusa Coreia do Norte de hackear e roubar dados da Pfizer sobre vacinas contra Covid-19

A denúncia foi apresentada pelo deputado sul-coreano Ha Tae-Keung nesta terça-feira (16)

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un 11/04/2020
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un 11/04/2020 (Foto: KCNA/via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado sul-coreano Ha Tae-Keung, com base em informações da agência de inteligência de seu país, acusou nesta terça-feira (16) a Coreia do Norte de hackear a farmacêutica Pfizer e roubar informações sobre vacinas e tratamentos contra a Covid-19.

"Houve tentativas de roubar a vacina contra a Covid e a tecnologia de tratamento durantes os ataques cibernéticos, e a Pfizer foi hackeada", afirmou o parlamentar em coletiva após receber as informações do Serviço Nacional de Inteligência (NIS).

Especialistas acreditam que os hackers estariam mais interessados em vender os dados obtidos do que usá-los para o desenvolvimento de imunizantes no próprio país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email