Shinzo Abe deve prorrogar estado de emergência no Japão por mais 1 mês

"Graças aos esforços de nossos cidadãos, conseguimos evitar uma explosão de casos, como se viu no exterior. Mas a situação médica continua difícil, e precisamos pedir mais cooperação de nossa nação", disse o primeiro-ministro do Japão

Shinzo Abe
Shinzo Abe (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta sexta-feira (1º), que deve prorrogar o estado de emergência no país para mais um mês.

A emergência no Japão estava marcada para terminar no dia 6 de maio, mas Abe disse que vai tomar a decisão final na próxima segunda-feira (4).

"Graças aos esforços de nossos cidadãos, conseguimos evitar uma explosão de casos, como se viu no exterior", disse Abe durante uma coletiva de imprensa.

Segundo publicou a agência Reuters, Abe acrescentou que está inclinado a prorrogar o estado de emergência e que fará uma coletiva de imprensa para explicar a decisão.

"Mas a situação médica continua difícil, e precisamos pedir mais cooperação de nossa nação", disse o primeiro-ministro.

A decisão do primeiro-ministro japonês será tomada com base na recomendação de uma comissão de especialistas.

"Durante algum tempo, precisaremos precisar manter estas diretrizes", disse Shigeru Omi, um membro da comissão, em uma coletiva de imprensa.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247