Sobe para 38 nº de mortos em queda de avião na Indonésia

Nnúmero não é definitivo e pode aumentar; acidente ocorreu quando uma avião da Força Aérea da Indonésia caiu em uma área residencial da cidade de Medan, na ilha de Samatra, pouco depois de decolar

Forças de segurança examinando os destroços da aeronave C-130 Hercules, na cidade de Medan, na Indonésia. 30/06/2015 REUTERS/Roni Bintang
Forças de segurança examinando os destroços da aeronave C-130 Hercules, na cidade de Medan, na Indonésia. 30/06/2015 REUTERS/Roni Bintang (Foto: Paulo Emílio)

Agência Brasil - O número de mortos na queda de um avião militar na Indonésia chega a, pelo menos, 38 pessoas, de acordo com as informações mais recentes divulgadas pelas autoridades.

De acordo com a agência de notícias francesa AFP, o número não é ainda um balanço definitivo e poderá aumentar. O acidente ocorreu hoje (30), quando uma avião da Força Aérea da Indonésia caiu em uma área residencial da cidade de Medan, na ilha de Samatra, pouco depois de decolar.

A cidade de medam tem cerca de dois milhões de habitantes e a queda da aeronava provocou grandes danos em edifícios e incediou veículos.

Uma grande operação de resgate foi montada, com ambulâncias para retirar os corpos do local do acidente, enquanto uma multidão de residentes curiosos se aglomeravam ao redor do cordão policial para ver o que se passava.

Novi, que trabalha em uma escola internacional perto do local do acidente e que se identificou apenas pelo primeiro nome, disse que ouviu o avião e, da janela do escritório, viu que voava muito baixo, antes de cair. "Foi muito assustador", contou à AFP, acrescentando que se dirigiu ao local com os colegas.

Outro residente local, Januar, 26 anos, afirmou que o avião parecia instável mesmo antes do acidente. "Vi o avião na direção do aeroporto e já estava instável, depois vi a fumaça se espalhar", disse.

Trinta e oito corpos, incluindo o de uma criança, foram transportados, até o momento, para o hospital em Medan, disse Eko Triandi, responsável da Cruz Vermelha que prestava assistência às equipes de emergência. "Com base nos relatos, ainda há muitas vítimas no terreno", acrescentou.

Das vítimas resgatadas, ainda não se sabe quantas estavam no avião, um Hercules C-130 do Exército, e quantas estavam em terra.

A tripulação do avião, que transportava mantimentos militares para bases aéreas, era composta por três pilotos, um navegador e oito técnicos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247