CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Solidariedade em Londres

Britnicos esto chocados com a onda de violncia no Reino Unido. E assim como os manifestantes convocam protestos pela web, eles se mobilizam pela internet para ajudar os comerciantes lesados. De Londres, o relato de Diego Iraheta

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

As cenas de caos ontem em Hackney, bairro no sudeste de Londres, não desencorajaram moradores da área a ir para as ruas ajudar comerciantes afetados pelos ataques. Como parte da campanha #riotcleanup, lançada online, britânicos se reúnem em pontos onde houve tumulto nos últimos dias para “limpar a bagunça” deixada pelos grupos de vândalos na capital do Reino Unido. O evidente reforço no policiamento de Hackney contribui com a sensação (pelo menos temporária) de segurança na área.

Mas os voluntários da #riotcleanup não puderam fazer nada pelo estabelecimento de Sivaecaran Kandiah. A típica off licence (loja de conveniência) de Londres foi completamente revirada. Os baderneiros depredaram o interior do comércio, quebraram computadores e roubaram dezenas de mercadorias. Sem seguro do negócio, ele calcula prejuízo de 30 mil libras – o equivalente a 78 mil reais. “Perdi tudo que eu tinha e tudo pelo que trabalhei na minha vida nos últimos dez anos”, diz o comerciante natural do Sri Lanka.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Entre os responsáveis pela destruição, estão moradores da comunidade de Hackney. “Alguns deles eram meu vizinhos; nós os vimos entrando na loja e levando o que havia disponível. Foi nojento”, denuncia a desempregada Hulya Arslam ao Brasil 247. Entre um cigarro de ansiedade e outro, ela tentava se preparar para o périplo desta terça-feira: resolver a papelada do seguro do carro dela. O veículo foi incendiado na frente de sua casa ontem à noite.

Hoje de madrugada, a galera do mal também tentou arrombar lojas populares de Hackney, como Primark e O2. Mas foram os estabelecimentos menores os que mais sofreram danos. A cuidadora de idosos Jill Rathwell não consegue entender os atos de violência gratuita nas ruas de Londres. “Vi ontem muita gente indo de cima pra baixo aqui [em Hackney]... São cenas puramente caóticas. Eles usam armas e máscaras”, conta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO