Surto de coronavírus dispara em Oklahoma após comício de Trump

O número de casos de Covid-19 em Tulsa, no sul de Oklahoma, aumentou pouco mais de duas semanas depois que Donald Trump realizou um comício eleitoral na cidade

Comício de Trump em Tulsa, Oklahoma
Comício de Trump em Tulsa, Oklahoma (Foto: REUTERS/Leah Millis/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A autoridade sanitária de Tulsa informou que surgiram mais de 200 novos casos diariamente na cidade desde segunda-feira, chegando a 266 na quarta. Quando perguntado se essa explosão de casos foi provocada pelo evento da campanha de Trump em 20 de junho, o diretor de saúde de Tulsa, Bruce Dart, disse que estava "mais do que provável" ligado a "vários eventos importantes que ocorreram recentemente na duas semanas."

Milhares de apoiadores de Donald Trump  participaram desse comício, o primeiro desde o início da pandemia, que ocorreu em um estádio.

O evento chamou a atenção por contar com uma multidão num local fechado, sem distanciamento social e relutante em usar máscaras, como o próprio presidente, destaca a AFP.

Vários membros da equipe de campanha republicana testaram positivo para Covid antes e depois do comício de Tulsa, assim como vários agentes do Serviço Secreto, responsáveis pela segurança do presidente.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email