Tarifas de Trump causam danos à economia dos EUA, diz Federal Reserve

Destinadas a impulsionar a economia dos EUA contra práticas comerciais consideradas "injustas", as tarifas sobre importações têm causado efeitos negativos sobre os empregos no setor manufatureiro norte-americano

(Foto: REUTERS / Jim Lo Scalzo/Pool)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - As tarifas impostas pelos Estados Unidos sobre importações têm causado danos à economia norte-americana, diz um estudo do Federal Reserve (Fed).

Destinadas a impulsionar a economia dos EUA contra práticas comerciais consideradas "injustas" - principalmente com a China - as tarifas sobre importações têm causado efeitos negativos sobre os empregos no setor manufatureiro norte-americano, além de terem impulsionado os preços, segundo concluiu estudo do Federal Reserve.

Os economistas do Fed, Aaron Flaaen e Justin Pierce, disseram no relatório que os efeitos negativos das tarifas superam os benefícios - pelo menos no curto prazo.

"Descobrimos que os aumentos de tarifas promulgados em 2018 estão associados a reduções relativas no emprego industrial e aumentos relativos nos preços ao produtor", diz o documento.

De acordo com o relatório do Fed, as indústrias norte-americanas que trabalham com alumínio e aço enfrentaram o maior aumento de preços, já que as novas taxas de importação representaram 17,6% dos custos para os produtores de chapas de alumínio e 8,4% dos custos dos produtos siderúrgicos fabricados com aço comprado.

Os economistas do Fed afirmam que os efeitos a longo prazo podem ser diferentes, pois as empresas norte-americanas podem ajustar suas cadeias de suprimentos para evitar os impostos de importação dos EUA, mas também podem optar por se mudar para fora do país.

"Nossos resultados sugerem que o uso tradicional da política comercial como ferramenta para a proteção e promoção da manufatura doméstica é complicado pela presença de cadeias de suprimentos globalmente interconectadas", conclui o relatório.

Washington e Pequim atualmente negociam um acordo comercial para superar a guerra comercial deflagrada pela imposição de tarifas pelos EUA em 2018. Desde então as duas maiores economias do mundo impuseram tarifas mútuas no valor de bilhões de dólares.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247