Terremoto mata pelo menos 7 na Turquia

Tremor ocorreu na cidade de Van, onde h menos de duas semanas um terremoto causou a morte de cerca de 600 pessoas

Terremoto mata pelo menos 7 na Turquia
Terremoto mata pelo menos 7 na Turquia (Foto: Evrim Aydin/ REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Um forte terremoto atingiu o leste da Turquia, matando pelo menos sete pessoas na mesma região onde um tremor causou devastação no mês passado. Equipes de resgate conseguiram retirar 25 sobreviventes de três prédios que ruíram, informaram autoridades nesta quinta-feira.

O tremor de magnitude 5,7 da quarta-feira derrubou 25 prédios na cidade de Van, disse o vice-premiê Besir Atalay. Um terremoto em 23 de outubro matou mais de 600 pessoas e destruiu 2 mil prédios na mesma área.

Algumas das pessoas que ficaram presas eram jornalistas que cobriam a resposta ao primeiro terremoto. A agência de notícias turca Dogan informou que dois repórteres estavam desaparecidos. Alguns estrangeiros que trabalhavam nos resgates também estavam em um hotel que ruiu.

As escolas na região estarão fechadas até 5 de dezembro. Autoridades dizem que as escolas e hospitais serão bastante inspecionados, para se lidar com eventuais problemas causados pelos tremores.

Houve cerca de 1.400 tremores secundários na região desde o violento terremoto em 23 de outubro, que matou mais de 600 pessoas e deixou milhares desabrigadas. Muitas pessoas vivem agora em tendas, apesar do frio, com medo de voltarem para suas casas. Além das 2 mil construções destruídas, autoridades disseram que há outras 3.700 onde não se pode mais viver. As informações são da Associated Press.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email