Trump acusa principal democrata de comitê da Câmara de vazar informações

“Adam (Schiff) sai de audiências fechadas do comitê para vazar ilegalmente informações confidenciais. Precisa ser impedido!”, tuitou Trump; Na sexta-feira o Comitê de Inteligência da Câmara divulgou um memorando que alega que o FBI e o Departamento de Estado trataram Trump de maneira tendenciosa em parte de sua investigação

“Adam (Schiff) sai de audiências fechadas do comitê para vazar ilegalmente informações confidenciais. Precisa ser impedido!”, tuitou Trump; Na sexta-feira o Comitê de Inteligência da Câmara divulgou um memorando que alega que o FBI e o Departamento de Estado trataram Trump de maneira tendenciosa em parte de sua investigação
“Adam (Schiff) sai de audiências fechadas do comitê para vazar ilegalmente informações confidenciais. Precisa ser impedido!”, tuitou Trump; Na sexta-feira o Comitê de Inteligência da Câmara divulgou um memorando que alega que o FBI e o Departamento de Estado trataram Trump de maneira tendenciosa em parte de sua investigação (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Reuters - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou nesta segunda-feira o deputado Adam Schiff, o democrata mais graduado no Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados, de vazar informações “confidenciais”.

O órgão está realizando uma de várias investigações para averiguar se a Rússia interferiu na eleição presidencial de 2016. Trump vem insistindo que não houve conluio entre ele e sua campanha e Moscou.

“Adam (Schiff) sai de audiências fechadas do comitê para vazar ilegalmente informações confidenciais. Precisa ser impedido!”, tuitou Trump.

Na sexta-feira o Comitê de Inteligência da Câmara divulgou um memorando que alega que o FBI e o Departamento de Estado trataram Trump de maneira tendenciosa em parte de sua investigação.

O presidente disse que o memorando o justificou, mas críticos afirmam que ele omite um contexto crucial. Democratas estão pressionando pela publicação de uma refutação.

Alguns parlamentares republicanos minimizaram o significado do memorando e dizem que a investigação do procurador especial Robert Mueller deve continuar.

Não foi possível conseguir contato com representantes de Schiff de imediato para obter comentários.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247