Trump critica cobertura da mídia americana sobre as sanções contra a Rússia

O presidente eleito dos EUA, o bilionário Donald Trump, criticou os maiores canais de TV norte-americanos CNN e NBC pela cobertura da situação em torno das sanções dos EUA contra a Rússia

O presidente eleito dos EUA, o bilionário Donald Trump, criticou os maiores canais de TV norte-americanos CNN e NBC pela cobertura da situação em torno das sanções dos EUA contra a Rússia
O presidente eleito dos EUA, o bilionário Donald Trump, criticou os maiores canais de TV norte-americanos CNN e NBC pela cobertura da situação em torno das sanções dos EUA contra a Rússia (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

O presidente eleito dos EUA, o bilionário Donald Trump, criticou os maiores canais de TV norte-americanos CNN e NBC pela cobertura da situação em torno das sanções dos EUA contra a Rússia.

Na sua página de Twitter o republicano que ocupará o posto em 20 de janeiro escreveu: "Russos tratam @CNN e @NBCNews como muito tolos — engraçado de assistir, eles não fazem ideia! @FoxNews entendeu isso completamente!"

​Cabe destacar que os apresentadores da CNN, durante toda a sexta-feira passada (30), estiveram considerando a decisão de Moscou de não expulsar diplomatas norte-americanos como "estranha" e debatendo se a chefia russa "se está aproveitando do futuro presidente Trump".

O próprio presidente eleito avaliou a resposta do presidente russo Vladimir Putin de adiar a expulsão dos diplomatas dos EUA como "excelente jogada". Um dia antes, na quinta-feira (29), a administração de Barack Obama introduziu sanções contra nove entidades russas e pessoas físicas, inclusive contra GRU (Diretório Principal de Inteligência do Estado-Maior da Rússia) e FSB (Serviço Federal de Segurança da Rússia) por alegada "intervenção nas eleições" e "pressão sobre diplomados americanos" que trabalham na Rússia. Além disso, 35 diplomatas russos foram declarados "persona non grata". Em resposta, Vladimir Putin sublinhou que não vai expulsar diplomatas norte-americanos, Moscou se reserva o seu direito de responder de forma adequada, mas não vai descer até à "diplomacia irresponsável de cozinha".


Mostrar mais: https://br.sputniknews.com/mundo/201612317327125-trump-cnn-nbc-critica-russia-sancoes/

Ao vivo na TV 247 Youtube 247