Trump e Xi Jinping falam em livre comércio no fim do G20

"Seria histórico se pudéssemos fazer um acordo de comércio justo. Estamos totalmente abertos a isso e você está totalmente aberto a isso", disse Trump disse no início de seu encontro com o presidente chinês

(Foto: Trump e Xi Jinping)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputinik – O líder chinês, Xi Jinping, se reuniu com o presidente dos EUA, Donald Trump, neste sábado (29) às margens da cúpula do G20, em Osaka, no Japão.

O presidente chinês afirmou que tanto os Estados Unidos quanto a China se beneficiam da cooperação, enquanto o confronto os prejudica.

"Um fato básico permanece inalterado. A China e os Estados Unidos se beneficiam da cooperação e perdem em um confronto. Cooperação e diálogo são melhores do que fricção e confronto", disse Xi na reunião, durante a cúpula do G20, em Osaka, no Japão.

O presidente chinês observou que estava preparado para trocar ideias com Trump sobre questões fundamentais relativas ao desenvolvimento das relações entre a China e os EUA, a fim de "definir a direção de nosso relacionamento no futuro e avançar no relacionamento China-EUA com base em coordenação, cooperação e estabilidade".

​O presidente dos EUA, por sua vez, disse que Washington estava aberto a um acordo de comércio justo com Pequim, dizendo que chegar ao acordo seria histórico.

"Seria histórico se pudéssemos fazer um acordo de comércio justo. Estamos totalmente abertos a isso e você está totalmente aberto a isso", disse Trump disse no início de seu encontro com o presidente chinês.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247