Trump faz nesta terça-feira seu segundo discurso sobre o Estado da União

O presidente dos EUA, Donald Trump, faz nesta terça-feira (5) seu segundo discurso sobre o Estado da União depois da mais extensa paralisação das atividades do governo e com várias frentes abertas, uma delas a construção do muro na fronteira com o México; ambos os temas poderiam ocupar parte da intervenção do mandatário perante as duas casas do Congresso

Trump faz nesta terça-feira seu segundo discurso sobre o Estado da União
Trump faz nesta terça-feira seu segundo discurso sobre o Estado da União

247, com Prensa Latina - O presidente dos EUA, Donald Trump, faz nesta terça-feira (5) seu segundo discurso sobre o Estado da União depois da mais extensa paralisação das atividades do governo e com várias frentes abertas, uma delas a construção do muro na fronteira com o México.

Ambos os temas poderiam ocupar parte da intervenção do mandatário perante as duas casas do Congresso.

Na verdade, enquanto Trump estiver pronunciando seu discurso, estará pendente a possibilidade de um iminente fechamento do governo em 15 de fevereiro, porque é quase certo que ele não conseguirá um acordo bipartidário para a entrega de fundos que permitam a construção do polêmico muro.

Trump continua exigindo que o Orçamento inclua os 5,7 bilhões de dólares que solicitou para construir o muro, mas o Legislativo se opõe.

Trump já ameaçou declarar emergência nacional para poder obter a verba sem necessidade de autorização do Congresso, mas os democratas apresentaram um projeto de lei que poderia impedir as pretensões de Trump.

O Partido Democrata confirmou que não pagará pelo muro, um plano que - apesar de ser promessa de campanha de Trump - é rechaçado por 60 por cento dos estadunidenses, de acordo com a mais recente pesquisa Gallup.

No ano passado, durante seu primeiro discurso sobre el Estado da União em Houston, Trump vendeu sua palavra de ordem 'Os Estados Unidos em primeiro lugar', com a qual pretendia revisar o sistema migratório, revitalizar a indústria e priorizar os interesses nacionais no exterior. Muitos se perguntam: "Ele cumpriu?".

Muitos analistas especulam que Trump fará nesta terça-feira um discurso conciliador, com chamados à unidade, destacando aqueles pontos em matéria econômica como a leve queda do desemprego. Convém a Trump pedir que todos deixem de lado as diferenças, pensando em sua reeleição em 2020.

Neste momento, as pesquisas apontam declínio na aceitação de Trump na opinião pública. Embora ele considere que seu governo é o melhor da história dos EUA, as opiniões majoritárias indicam que sua presidência mudou o país para pior.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247