Trump quer passar por cima do voto popular e pede para que Legislativo da Pensilvânia escolha vencedor

O Legislativo da Pensilvânia é controlado por republicanos. Porém, os líderes do partido de Donald Trump no estado afirmaram que desconsiderar o voto dos eleitores não é uma opção

Trump e votos sendo contabilizados durante a eleição presidencial dos EUA, na Filadélfia, Pensilvânia
Trump e votos sendo contabilizados durante a eleição presidencial dos EUA, na Filadélfia, Pensilvânia (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A campanha de Donald Trump propôs que o Legislativo da Pensilvânia escolha o vencedor das eleições americanas no estado, passando por cima da decisão dos eleitores - que escolheram Joe Biden para a presidência dos Estados Unidos. O Legislativo do estado é controlado por republicanos.

"Este tribunal deveria entrar com uma ordem [alegando] que os resultados das eleições presidenciais gerais de 2020 são defeituosos, permitindo que a Assembleia Geral da Pensilvânia escolha", escreveu a campanha de Trump em queixa apresentada na quarta-feira, 18.

Derrotado pelo Partido Democrata, Trump está buscando medidas judiciais para reverter a vitória de Biden no país. Sem provas, o republicano alega fraudes nas eleições. Na proposta, a campanha de Trump diz que a anulação da votação é uma alternativa contra as "dezenas de milhares de cédulas preenchidas ilegalmente para Joe Biden"

Porém, os líderes republicanos da Pensilvânia afirmaram que desconsiderar o voto dos eleitores não é uma opção.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247