Trump usa atentado em Londres para defender banimento de viajantes nos EUA

"Precisamos ser espertos, vigilantes e fortes. Precisamos que as Cortes devolvam nossos direitos. Precisamos do banimento de viagem para um nível superior de segurança", declarou o republicano

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em evento na Casa Branca, em Washington. 02/05/2017 REUTERS/Joshua Roberts
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em evento na Casa Branca, em Washington. 02/05/2017 REUTERS/Joshua Roberts (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

De acordo com a Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos foi informado há alguns minutos sobre as últimos relatórios quanto ao atentado terrorista em Londres. Trump se manifestou no Twitter sobre o assunto e usou o caso para defender seu polêmico banimento de viajantes de países muçulmanos nos EUA.

"Precisamos ser espertos, vigilantes e fortes. Precisamos que as Cortes devolvam nossos direitos. Precisamos do banimento de viagem para um nível superior de segurança", declarou o republicano.

A mensagem vem um dia depois do gabinete de Trump pedir à Suprema Corte que restabeleça a proibição temporária da entrada de viajantes de seis nações de maioria muçulmana —  Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen — nos EUA. A medida, assinada por meio de uma Ordem Executiva, foi bloqueada por vários tribunais menores

Trump aproveitou para oferecer ajuda ao Reino Unido.

​Qualquer coisa que os Estados Unidos possa fazer para ajudar em Londres e no Reino Unidos, nós estaremos lá — NÓS ESTAMOS COM VOCÊS. DEUS OS ABENÇOE.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247