CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Tunísia prende suspeitos de envolvimento em ataque a hotel

A Tunísia anunciou nesta segunda-feira 29 as primeiras detenções no âmbito da investigação ao ataque da última sexta-feira (26), a um hotel em Port El Kantaoui, sem especificar o número de detidos ou o grupo a que estão afiliados

Imagem Thumbnail
Homenagem aos mortos em ataque a hotel na Tunísia. 29/06/2015 REUTERS/Zohra Bensemra (Foto: Gisele Federicce)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Da Agência Lusa

A Tunísia anunciou nesta segunda-feira 29 as primeiras detenções no âmbito da investigação ao ataque da última sexta-feira (26), a um hotel em Port El Kantaoui, sem especificar o número de detidos ou o grupo a que estão afiliados. "Detivemos um primeiro grupo, com vários membros, que atuaram com o apoio da rede", disse o ministro do Interior, Najem Gharsalli, em uma alusão ao autor do ataque, identificado pelas autoridades como Seifeddine Rezgui, um estudante de 23 anos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Qualquer pessoa que tenha fornecido apoio logístico ou financeiro", para a execução do atentado, será detida, disse Gharsalli, acrescentando: "Eu prometo às vítimas que (...) os criminosos serão levados à justiça tunisiana e punidos".

O ministro do Interior deu entrevista no hotel onde o massacre ocorreu, juntamente com os ministros francês, alemão e britânico. Ele agradeceu a presença dos colegas nesse "período difícil" para a Tunísia. "Nós partilhamos e defendemos os mesmos valores" e "estamos analisando o que podemos fazer no futuro para cooperar na área da segurança", acrescentou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Gharsalli lembrou ainda que seu governo decidiu manter policiais armados em praias e no interior de hotéis, bem como perto de todas as mesquitas que "disseminam discursos de ódio (...) para dividir os tunisianos".

O atentado de sexta-feira, reivindicado pela organização extremista Estado Islâmico, é o pior ataque jihadista na história da Tunísia.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO