Turquia convoca diplomata francês após caricatura de Erdogan

"Condenamos fortemente a publicação envolvendo nosso presidente na revista francesa, que não respeita a fé, os valores e o sagrado", escreveu o porta-voz de Erdogan, Ibrahim Kalin, no Twitter

Erdogan propõe abandonar o dólar no comércio internacional
Erdogan propõe abandonar o dólar no comércio internacional (Foto: OSMAN ORSAL)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - A Turquia convocou hoje (28) o encarregado de negócios da França devido às caricaturas do presidente turco publicadas na revista satírica Charlie Hebdo, informou o Ministério das Relações Exteriores da Turquia em comunicado.

A caricatura, publicada na capa da revista, mostra Erdogan sentado em um poltrona, de camisa branca e cueca, segurando uma latinha de bebida e levantando o vestido de uma mulher de hijab e sem roupas íntimas. As autoridades turcas descreveram o desenho como um "esforço nojento", segundo a agência Reuters. 

Erdogan: no privado ele é muito engraçado!

"Condenamos fortemente a publicação envolvendo nosso presidente na revista francesa, que não respeita a fé, os valores e o sagrado", escreveu o porta-voz de Erdogan, Ibrahim Kalin, no Twitter.

A França chamou de volta seu embaixador na Turquia no último sábado (24), depois que Erdogan afirmou que o presidente francês, Emmanuel Macron, precisava de tratamento mental por causa de sua atitude em relação aos muçulmanos e ao Islã. Com isso, o encarregado de negócios passou a chefiar a missão diplomática francesa em Ancara. 

França e Turquia estão em rota de colisão por causa de caricaturas do profeta Maomé, depois que um professor, que havia mostrado os desenhos aos alunos em uma aula sobre liberdade de expressão, foi decapitado em Paris. Os muçulmanos consideram qualquer representação do profeta como blasfêmia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247