Twitter e Facebook bloqueiam controverso artigo sobre Joe Biden

Twitter e Facebook bloquearam um artigo tratando das supostas ligações do filho candidato à presidência pelo Partido Democrata com negócios obscuros na Ucrânia

Joe Biden discursa em evento de campanhe em Wilmington, Delaware 14/07/2020 (Foto: REUTERS/Leah Millis)
Joe Biden discursa em evento de campanhe em Wilmington, Delaware 14/07/2020 (Foto: REUTERS/Leah Millis) (Foto: REUTERS/Leah Millis)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Nesta quarta-feira (14), Twitter e Facebook bloquearam um artigo do New York Post intitulado “E-mail comprometedor revela como Hunter Biden apresentou empresário ucraniano a pai vice-presidente”, alegando que este contém informações falsas. Trump condenou o ato, chamando-o de “censura.”

Como reportado no DW Brasil, “a matéria se baseia num suposto e-mail de abril de 2015, em que o consultor da diretoria da Burisma [empresa em questão, do setor de energia], Vadym Pozharskyi, agradece a Hunter [filho de Joe Biden] por convidá-lo a Washington para se reunir com seu pai, então vice do presidente Barack Obama. No entanto, não há qualquer indicação de que o encontro tenha ocorrido ou sequer sido agendado. Especialistas indicam que as alegações são falsas, e as fontes do artigo estão sendo questionadas.

Joe Biden nega qualquer envolvimento. Os responsáveis por sua campanha eleitoral confirmam que ele nunca se encontrou com o empresário em questão: ‘Revimos as programações oficiais de Joe Biden da época e não se realizou nenhum encontro como o alegado pelo New York Post.’”

Leia mais no DW Brasil.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email