UE veta exportação de produtos de luxo para a Síria

Uma srie de e-mails publicada pelo jornal britnico The Guardian revelou que a famlia do presidente Bashar al Assad gasta milhares de euro em exclusivos artigos apesar do conflito no pas

UE veta exportação de produtos de luxo para a Síria
UE veta exportação de produtos de luxo para a Síria (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais - Os países da União Europeia (UE) decidiram nesta segunda-feira impor uma nova rodada de sanções contra o regime sírio para vetar as exportações de produtos de luxo ao país, uma medida que será formalizada ao longo do dia pelos ministros de Exteriores do bloco. As informações são da agência Efe.

O pacto foi fechado em reunião dos embaixadores dos 27 países prévia à reunião ministerial que acontecerá em Luxemburgo, segundo informaram fontes comunitárias. As sanções internacionais proíbem a venda de produtos que vão desde alimentos exclusivos como caviar, trufas e determinados vinhos até cavalos, passando por roupas de luxo.

A nova rodada de sanções visa diretamente o luxuoso estilo de vida da família do presidente Bashar al Assad pouco mais de um mês depois que uma série de e-mails revelou como gastam milhares de euro em exclusivos artigos apesar do conflito no país.

Essas mensagens, publicadas pelo jornal britânico The Guardian, mostravam compras pela internet de objetos de design como candelabros e mesas procedentes de Paris por parte da mulher do presidente.

Os e-mails revelaram também que o próprio Assad usava um endereço eletrônico americano para escapar das sanções de Washington e poder conectar-se a páginas de entretenimento em seu tablet eletrônico e baixar música.

Segundo fontes comunitárias, uma base para sua elaboração poderia ser as medidas deste tipo que já existem para países como a Coreia do Norte.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email