Último fugitivo sérvio é capturado

Goran Hadzic foi acusado por Haia de crimes contra a humanidade na Crocia, no conflito na ex-Iuguslvia em 1991

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O último fugitivo sérvio procurado por crimes de guerra pelo Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) foi preso nesta quarta-feira. Até o momento, não foram divulgados o local e as circunstâncias da captura de Goran Hadzic.

Ele foi culpado em 2004 por crimes contra a humanidade pelos atos cometidos ao leste da Croácia durante o conflito na ex-Iuguslávia, entre 1991 e 1995. Sua captura aconteceu apenas dois meses após a prisão de Ratko Mladic, ex-chefe militar dos Sérvia na Bósnia.

Entre fevereiro de 1992 e o final de 1993, Hadzic, de 52 anos, foi presidente da rebelde República Sérvia de Krajina, um território da Croácia povoado por sérvios que se declarou independente em 1991.

A cooperação da Sérvia com o TPII é uma das condições para o país entrar na União Europeia.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email