União Europeia irá agir contra tarifas dos EUA para aço e alumínio, diz Merkel

A decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar o apoio americano ao comunicado final da cúpula do G7 por meio uma mensagem no Twitter, provocou reações Alemanha e da França neste domingo (10), e minou o que já parecia ser um frágil consenso sobre a disputa comercial entre os Estados Unidos e seus principais aliados

A decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar o apoio americano ao comunicado final da cúpula do G7 por meio uma mensagem no Twitter, provocou reações Alemanha e da França neste domingo (10), e minou o que já parecia ser um frágil consenso sobre a disputa comercial entre os Estados Unidos e seus principais aliados
A decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar o apoio americano ao comunicado final da cúpula do G7 por meio uma mensagem no Twitter, provocou reações Alemanha e da França neste domingo (10), e minou o que já parecia ser um frágil consenso sobre a disputa comercial entre os Estados Unidos e seus principais aliados (Foto: Reinaldo)

247, com Reuters - A Europa implementará medidas contra as tarifas norte-americanas em aço e alumínio, afirmou a chanceler alemã, Angela Merkel, neste domingo (10), manifestando pesar sobre a decisão abrupta do presidente Donald Trump de retirar o apoio dos Estados Unidos a um comunicado do G7.

"A retirada, por assim dizer, via tweet é clara ... séria e um pouco deprimente", disse Merkel, em uma entrevista para a televisão da ARD, após a cúpula do G7 no Canadá.

Assim como o Canadá, a União Europeia está preparando contra-medidas às tarifas dos EUA sobre aço e alumínio importações, disse Merkel.

"Em questão de segundos, você consegue destruir o sentimento de confiança com apenas 280 caracteres de Twitter", disse o Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, acrescentando que a resposta da Europa deve ser de união ainda maior.

Já o governo francês afirmou que "a cooperação internacional não pode depender de ataques de raiva e palavras mesquinhas: sejamos sérios e dignos de nossos povos", segundo a Rádio França Internacional (RFI).

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247