Uruguai fixa compra de maconha em 10 gramas semanais

Usuários da Cannabis Sativa pagarão o valor de US$ 1 por cada grama, segundo anunciaram nessa sexta-feira, 2, as autoridades uruguaias, ao apresentar os detalhes da aplicação da lei que regula o mercado; um máximo de 10 hectares da erva vai ser plantado sob licença oficial; Uruguai aprovou, em dezembro de 2013, um plano inédito para legalizar a produção e venda de maconha

www.brasil247.com - Usuários da Cannabis Sativa pagarão o valor de US$ 1 por cada grama, segundo anunciaram nessa sexta-feira, 2, as autoridades uruguaias, ao apresentar os detalhes da aplicação da lei que regula o mercado; um máximo de 10 hectares da erva vai ser plantado sob licença oficial; Uruguai aprovou, em dezembro de 2013, um plano inédito para legalizar a produção e venda de maconha
Usuários da Cannabis Sativa pagarão o valor de US$ 1 por cada grama, segundo anunciaram nessa sexta-feira, 2, as autoridades uruguaias, ao apresentar os detalhes da aplicação da lei que regula o mercado; um máximo de 10 hectares da erva vai ser plantado sob licença oficial; Uruguai aprovou, em dezembro de 2013, um plano inédito para legalizar a produção e venda de maconha (Foto: Aquiles Lins)


Da Agência Lusa - Os consumidores de maconha poderão comprar 10 gramas da erva por semana no Uruguai, pelo valor de US$ 1 o grama, anunciaram nessa sexta-feira, 2, as autoridades, ao apresentar os detalhes da aplicação da lei que regula o mercado.

O Uruguai aprovou, em dezembro de 2013, um plano inédito para legalizar a produção e venda de maconha.

Depois da inscrição em um registro nacional, os consumidores poderão adquirir “um máximo de 10 gramas por semana”, disse em entrevista Diego Canepa, presidente do Departamento Nacional das Drogas.

Um máximo de 10 hectares da erva vai ser plantado sob licença oficial, acrescentou.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247