Usina de Fukushima: primeira vítima

Operrio perdeu a conscincia durante o expediente de trabalho, mas empresa afirma que morte no tem a ver com exposio radiao

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_O primeira trabalhador da usina nuclear de Fukushima, no Japão, morreu neste sábado 14. Enquanto carregava materiais em um dos edifícios da Tokyo Eletric Power Company (Tepco), operadora da usina, o homem (que ainda não teve o nome revelado) perdeu a consciência uma hora após começar o seu turno e, em seguida, a vida. Segundo a empresa, a morte não tem a ver com as substâncias radioativas. Nenhum resíduo químico foi encontrado em seu corpo. Porém, nenhuma explicação adicional veio a público.

Essa foi a primeira morte de um trabalhador após o terremoto no Japão, em 11 de março, que atingiu as unidades 1 e 3 da usina nuclear. Na ocasião, cerca de 30 operários ficaram próximos a altas concentrações de radiação, sendo que 15 apresentaram ferimentos pela exposição aos resíduos. Dois empregados foram vítimas do terremoto.

A Tepco avança lentamente para estabilizar os reatores da usina, embora as medidas para resfriar as unidades e reduzir a contaminação tenham permitido a volta dos operários ao trabalho na semana passada.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email