Vaticano estuda criar doutrina para expulsar mafiosos e corruptos

O Vaticano está estudando elaborar uma nova doutrina que excomungaria os católicos que estiveram associados com a máfia e a corrupção; a Santa Sé já realizou a primeira conferência da sua história sobre a luta contra a corrupção e o crime organizado. Promotores, bispos, vítimas de violência e funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) participaram; Vaticano disse em um comunicado neste sábado (17) que é necessário desenvolver uma nova doutrina jurídica da Igreja Católica sobre a "excomunhão por corrupção e associação com a máfia"

O Vaticano está estudando elaborar uma nova doutrina que excomungaria os católicos que estiveram associados com a máfia e a corrupção; a Santa Sé já realizou a primeira conferência da sua história sobre a luta contra a corrupção e o crime organizado. Promotores, bispos, vítimas de violência e funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) participaram; Vaticano disse em um comunicado neste sábado (17) que é necessário desenvolver uma nova doutrina jurídica da Igreja Católica sobre a "excomunhão por corrupção e associação com a máfia"
O Vaticano está estudando elaborar uma nova doutrina que excomungaria os católicos que estiveram associados com a máfia e a corrupção; a Santa Sé já realizou a primeira conferência da sua história sobre a luta contra a corrupção e o crime organizado. Promotores, bispos, vítimas de violência e funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) participaram; Vaticano disse em um comunicado neste sábado (17) que é necessário desenvolver uma nova doutrina jurídica da Igreja Católica sobre a "excomunhão por corrupção e associação com a máfia" (Foto: José Barbacena)

Sputnik News - O Vaticano está estudando elaborar uma nova doutrina que excomungaria os católicos que estiveram associados com a máfia e a corrupção. A Santa Sé já realizou a primeira conferência da sua história sobre a luta contra a corrupção e o crime organizado. Promotores, bispos, vítimas de violência e funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) participaram.

O Vaticano disse em um comunicado neste sábado (17) que é necessário desenvolver uma nova doutrina jurídica da Igreja Católica sobre a "excomunhão por corrupção e associação com a máfia".

O Papa Francisco já chegou até mesmo a escrever um pequeno livro sobre a corrupção quando ele ainda era o arcebispo de Buenos Aires. Em 2014, durante uma visita a um dos baluartes da máfia italiana, Francisco disse aos mafiosos que eles foram excomungados.

Entretanto, o desenvolvimento de uma doutrina em torno desse conceito seria um novo passo para o Vaticano.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247