Venezuela e Irã reforçam relações diplomáticas e fraternais

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, destaca os laços "diplomáticos" e "fraternais" que unem a Venezuela ao Irã, ao receber o novo embaixador persa em Caracas

Os presidentes Maduro e  Rohani
Os presidentes Maduro e  Rohani (Foto: Aporrea)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

HispanTV - O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, destaca os laços "diplomáticos" e "fraternais" que unem a Venezuela ao Irã, ao receber o novo embaixador persa em Caracas. 

Maduro recebeu o novo embaixador iraniano Hoyatollah Soltani em Caracas nesta quarta-feira (14) no palácio presidencial de Miraflores. 

A vice-presidenta, Delcy Rodríguez, também esteve presente.  “Recebi do Excelentíssimo Hoyatollah Soltani as credenciais de embaixador da República Islâmica do Irã em nossa Pátria. Fortalecemos as relações diplomáticas e de fraternidade entre nossos povos. Viva a união entre o Irã e a Venezuela” - disse o presidente venezuelano.   

Ao chegar ao Palácio de Miraflores, Soltani foi recebido pelo ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, que se reuniu na segunda-feira com o diplomata iraniano e recebeu uma cópia de suas credenciais.  

Venezuela e Irã são países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e também pertencem ao Movimento dos Países Não-Alinhados, cuja presidência rotativa é atualmente responsável pela Venezuela.  

Os laços entre Teerã e Caracas começaram a se fortalecer após a chegada ao poder do falecido comandante e líder da Revolução Bolivariana, Hugo Chávez. A abordagem foi baseada nas ideologias similares compartilhadas pela Revolução Bolivariana (1998) e a Revolução Islâmica (1979), em particular na luta contra o imperialismo dos EUA.  

O Irã e a Venezuela - ricos em reservas naturais e localizados em áreas geoestratégicas - são alvo de Washington, que se opõe fortemente aos esforços desses dois países para manter sua independência. 

De fato, os povos iraniano e venezuelano enfrentam várias sanções dos Estados Unidos.  Ambos os países têm trabalhado em diferentes áreas de interesse comum, como energia, comércio, agricultura, indústria, cultura, habitação e esportes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email