Venezuela está no epicentro da luta geopolítica, diz Maduro

O presidente de Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta segunda-feira (19) que o país está no epicentro da luta geopolítica mundial e pediu aos venezuelanos para resistir e vencer

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Prensa Latina - O presidente de Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta segunda-feira (19) que o país está no epicentro da luta geopolítica mundial e pediu aos venezuelanos para resistir e vencer. 

Em uma mensagem publicada em sua conta na rede social Twitter, o mandatário afirmou que '"cedo ou tarde", surgirá na América Latina uma ofensiva contra o capitalismo neoliberal.  

No dia 5 de agosto o presidente estadunidense, Donald Trump, assinou uma nova ordem executiva autorizando o congelamento dos ativos venezuelanos e sanções contra quem realize transações com o Governo bolivariano, a fim de pressionar Maduro e provocar o retrocesso do processo revolucionário.  

Desde então a nação sul-americana encontra-se mergulhada em uma campanha internacional de protestos à qual se somaram movimentos políticos e sociais dos cinco continentes, a fim de denunciar ao mundo as consequências do bloqueio dos Estados Unidos para o povo venezuelano.  

Enquanto as ameaças de Washington sobem de tom, os principais líderes venezuelanos pronunciam-se nas mais diferentes tribunas para revelar as verdadeiras intenções de Trump e reafirmam seu apoio ao presidente constitucional, eleito pela maioria nas urnas.  

De igual forma, através dos programas sociais e produtivos procuram vias para assegurar uma autonomia econômica que lhes permita fazer frente ao bloqueio, enquanto são recolhidas nas praças e parques milhões de assinaturas para repudiar as sanções da Casa Branca diante das Nações Unidas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247