Venezuela pagará salários de trabalhadores por 6 meses, para que fiquem em casa

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, decretou que está proibido demitir trabalhadores até o dia 31 de dezembro. Pelos próximos 6 meses está proibido cobrar aluguel, e prestações e juros de qualquer tipo de financiamento. As taxas de serviços de luz, água, gás foram suspensas, por tempo indeterminado

www.brasil247.com - Maduro/Sputnik
Maduro/Sputnik (Foto: Reuters)


247 - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, lançou um plano para enfrentar o coronavírus em seu país. Para garantir a quarentena, o estado venezuelano assumirá os salários dos trabalhadores públicos e privados durante os próximos 6 meses para que eles fiquem em casa. O governo fará um planejamento estratégico para trabalhos essenciais.

O mandatário decretou que está proibido demitir trabalhadores até o dia 31 de dezembro. Pelos próximos 6 meses está proibido cobrar aluguel, e prestações e juros de qualquer tipo de financiamento. As taxas de serviços de luz, água, gás foram suspensas, por tempo indeterminado. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao todo, 7 milhões de famílias receberão uma cesta básica de alimentos, a cada 15 dias, enquanto durar o estado de emergência no país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email