CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Violência se agrava na Síria

Atentado suicida visava instalação do Exército; mais de 25 mil pessoas já morreram nos últimos 19 meses no país, vítimas da guerra civil

Violência se agrava na Síria (Foto: STRINGER)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A onda de violência na Síria agravou-se hoje (30) com um atentado suicida na cidade curda de Qamichli, no Norte do país. Ainda não há o número exato de mortos e feridos no ataque, segundo a televisão estatal síria e a organização não governamental Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O alvo do ataque era uma instalação do Exército. É o primeiro atentado desse tipo em Qamichli, de acordo com o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane.

A crise na Síria completa em outubro 19 meses. Mais de 25 mil pessoas foram mortos nesse período. O assunto é tema de várias discussões internacionais. A onda de violência dominou parte dos discursos na 67ª Assembleia Geral das Nações Unidas, na semana passada, em Nova York, nos Estados Unidos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Amanhã (1º) começa em Lima, no Peru, a 3ª Cúpula de Chefes de Estado e de Governo América do Sul–Países Árabes (Aspa). A presidenta Dilma Rousseff participará dos debates. A expectativa, segundo os organizadores, é que a crise na Síria ocupe boa parte das discussões. No encontro, estarão presentes representantes de 32 países.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO