Xi Jinping e Putin se reúnem para defender cooperação, paz e estabilidade para o mundo

O presidente chinês, Xi Jinping, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, realizaram conversações na terça-feira (11), em Vladivostok, durante as quais expressaram sua firme determinação de promover as relações bilaterais e salvaguardar a paz e a estabilidade mundiais

Xi Jinping e Putin se reúnem para defender cooperação, paz e estabilidade para o mundo
Xi Jinping e Putin se reúnem para defender cooperação, paz e estabilidade para o mundo

247, com Diário do Povo - O presidente chinês, Xi Jinping, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, realizaram conversações na terça-feira (11), em Vladivostok, durante as quais expressaram sua firme determinação de promover as relações bilaterais e salvaguardar a paz e a estabilidade mundiais.

Xi chegou na própria terça-feira à cidade portuária russa de Vladivostok para participar do 4º Fórum Econômico Oriental (FEO) a convite de Putin.

Durante suas conversações, Xi e Putin reconheceram que os laços China-Rússia têm-se desenvolvido com dinâmica mais forte este ano e entraram em um novo período de desenvolvimento, mais rápido e mais elevado.

Independentemente das mudanças na situação internacional, a China e a Rússia promoverão firmemente seus laços e salvaguardarão fielmente a paz e a estabilidade mundiais, disseram os dois chefes de Estado.

Recordando suas reuniões produtivas em Pequim e Joanesburgo este ano, Xi disse a Putin que os estreitos contatos de alto nível entre a China e a Rússia demonstraram o nível e a singularidade do relacionamento bilateral e mostraram que os dois países dão máxima prioridade a estas relações em suas respectivas agendas diplomáticas.

Graças aos esforços conjuntos de ambos os lados, as vantagens políticas das relações China-Rússia foram traduzidas continuamente em resultados concretos da cooperação, disse Xi.

A China e a Rússia apoiam firmemente uma à outra na busca por vias de desenvolvimento que se adaptem a suas respectivas condições nacionais e na proteção de seus direitos de segurança e desenvolvimento, estabelecendo um exemplo de relações de grandes países e interação entre vizinhos, indicou Xi.

O líder chinês pediu que ambos os lados consolidem sua amizade tradicional, fortaleçam a coordenação abrangente e promovam a parceria de coordenação estratégica abrangente China-Rússia para um novo nível, a fim de servir melhor os interesses dos dois povos.

A China e a Rússia devem fortalecer a sinergia da Iniciativa do Cinturão e Rota e da União Econômica Eurasiática (UEE), expandir a cooperação em áreas como energia, agricultura, inovação científica e tecnológica e finanças, promover a implementação estável dos principais projetos e impulsionar a pesquisa conjunta e o desenvolvimento de ciência e tecnologia avançadas, disse Xi.

Sendo que este ano e o próximo são designados como anos de cooperação e intercâmbios locais entre a China e a Rússia, os dois países devem aproveitar a oportunidade para incentivar a maior participação local na cooperação bilateral, disse Xi.

Apoiar-se mutuamente na realização de eventos de grande escala tem sido uma boa tradição para a China e a Rússia, segundo Xi.

O Fórum Econômico Oriental (FEO), proposto por Putin, se tornou uma importante plataforma para reunir sabedoria e discutir conjuntamente a cooperação regional, disse o presidente chinês. Ele acrescentou que acredita que o fórum deste ano trará novas oportunidades para que a China e a Rússia aprofundem a cooperação regional, incluindo a cooperação no Extremo Oriente.

Como membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e importantes economias emergentes, a China e a Rússia assumem a tarefa de salvaguardar a paz e a estabilidade mundiais e promover o desenvolvimento e a prosperidade, destacou Xi.

Ele pediu que os dois países mantenham comunicação e coordenação estreitas dentro de marcos multilaterais como a ONU, a Organização de Cooperação de Shanghai e o BRICS, impulsionem a solução política dos assuntos em foco juntamente com a comunidade internacional e protejam a igualdade e a justiça internacionais, assim como a paz e a estabilidade mundiais.

O presidente chinês também pediu que os dois lados defendam firmemente os propósitos e princípios da Carta da ONU, oponham-se conjuntamente ao unilateralismo e protecionismo comerciais e promovam a construção de um novo tipo de relações internacionais e uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade.

Putin, por sua parte, expressou sua sincera gratidão e as calorosas boas-vindas à participação de Xi no FEO.

O presidente Xi e eu mantivemos intercâmbios estreitos, o que mostra o alto nível dos laços Rússia-China, disse Putin.

Elogiando a forte dinâmica do desenvolvimento dos laços bilaterais nos últimos anos, Putin disse que a confiança mútua entre a Rússia e a China cresceu cada dia mais forte e a cooperação bilateral em diversas áreas como política, economia e segurança tem sido frutífera.

Ele disse que ambos os países devem continuar a promover a sinergia da UEE e da Iniciativa do Cinturão e Rota, expandir a cooperação em áreas como investimento, energia, espacial, finanças e comércio eletrônico, impulsionar os intercâmbios culturais e entre pessoas e promover a cooperação local.

A Rússia e a China compartilham muitas opiniões semelhantes sobre a atual situação internacional, disse Putin, pedindo que os dois países aumentem a coordenação e a cooperação em assuntos internacionais, oponham-se firmemente ao unilateralismo, salvaguardem uma justa e racional ordem internacional e realizem o desenvolvimento e prosperidade comuns.

Os dois líderes também trocaram opiniões profundas sobre questões internacionais e regionais de preocupação comum e testemunharam a assinatura de múltiplos documentos de cooperação bilateral.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247