Yanukovich culpa inimigos por conflito na Crimeia

Presidente deposto diz que península do mar Negro está rompendo com a Ucrânia por causa de opositores que o forçaram a deixar o poder; região vai realizar um referendo no domingo para fazer parte da Rússia; ele também afirmou que a ajuda financeira dos Estados Unidos à Ucrânia é ilegal

BERLIN - FEBRUARY 28:  Ukrainian Prime Minister Viktor Yanukovich addresses the media during a press conference at the Chancellory in Berlin February 28, 2007. Yanukovich  met German Chancellor Angela Merkel for bilateral talks.  (Photo by Miguel Villagra
BERLIN - FEBRUARY 28: Ukrainian Prime Minister Viktor Yanukovich addresses the media during a press conference at the Chancellory in Berlin February 28, 2007. Yanukovich met German Chancellor Angela Merkel for bilateral talks. (Photo by Miguel Villagra (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

ROSTOV-ON-DON, Rússia, 11 Mar (Reuters) - O líder deposto da Ucrânia Viktor Yanukovich afirmou nesta terça-feira que a Crimeia está rompendo com a Ucrânia e culpou os opositores que o forçaram a deixar o poder pela crise na península do mar Negro, que vai realizar um referendo no domingo para fazer parte da Rússia.

Em um comunicado divulgado a jornalistas, Yanukovich também afirmou que a ajuda financeira dos Estados Unidos à Ucrânia é ilegal. Ele afirmou que a legislação norte-americana não permite ao governo ajudar "bandidos".

(Texto de Steve Gutterman)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email