Yoani Sánchez poderá sair de Cuba em 15 dias

Blogueira e ativista cubana receberá seu novo passaporte nesse prazo e, apesar de não ter viagem marcada nem destino certo, aguarda ansiosamente;"Parece que a prisão vai terminar", disse ela; novas regras migratórias passaram a valer desde esta segunda-feira, mas não valem para profissionais de saúde nem atletas de ponta

Yoani Sánchez poderá sair de Cuba em 15 dias
Yoani Sánchez poderá sair de Cuba em 15 dias
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Com a entrada em vigor das novas regras migratórias em Cuba, a blogueira e ativista cubana Yoani Sánchez diz que poderá deixa a ilha em 15 dias. Nos últimos cinco anos, ela teve 20 autorizações de viagem para fora do país negadas pelo governo. Ela ainda não tem viagem marcada nem destino certo, mas aguarda ansiosamente.

O período é o prazo para que ela recebe um novo passaporte já de acordo com as novas regras migratórias. "Já poderia ter recebido um "não" desde ali. Mas as funcionárias me garantiram que não só receberei o passaporte como terei autorização para sair. Claro que comemoro com cautela. Só vou acreditar quando subir no avião. Mas parece que a prisão vai terminar", disse ela ao jornal O Globo.

Novas regras

As novas regras migratórias para que os cubanos possam deixar o país entraram em vigor nesta segunda-feira 14. Pelas novas normas, as medidas valem para todos, exceto profissionais de saúde e atletas de ponta. As mudanças autorizam que os cubanos fiquem por até dois anos fora do país sem perder o status de cidadão, além da saída de crianças e adolescentes.

Em outubro de 2012, as autoridades cubanas anunciaram as novas regras, que valem para a emissão de passaportes, a exigência apenas de visto para o exterior, além de uma carta-convite para que deixem o país. A Direção de Imigração e Nacionalidade de Cuba informou que está tudo organizado para a entrada em vigor das novas normas.

Para os cidadãos que deixaram Cuba nos anos 1990, as novas regras autorizam que visitem o país por até 90 dias. Até então, eles podiam ficar, no máximo, dois meses. A estimativa é que exista cerca de 1,5 milhão de cubanos no exterior.

Pelos dados oficiais, há cubanos em mais de 150 países, a maioria nos Estados Unidos. Segundo os dados do governo, 85,7% dos cubanos vivem nos Estados Unidos, 77% vivem no Sul do país e 68% na Flórida. As autoridades cubanas informaram que há 195 sites cadastrados no país para atender à demanda.

Com Agência Brasil

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email