Edenilso Rossi Arnaldi sobre as tendências do setor de obras públicas no Brasil

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


Edenilso Rossi Arnaldi é o fundador e CEO da Sial Engenharia. A empresa é uma das maiores empresas de construção civil no Brasil. Arnaldi desempenha um papel ativo no dia a dia operacional da empresa e, ao longo dos anos, desenvolveu uma grande perspicácia sobre a indústria da construção no Brasil. Usando esse conhecimento, ele não apenas ajudou a Sial a se tornar empresa bem conceituada que é hoje, mas também beneficiou muito o Brasil ao desempenhar um papel fundamental em grandes projetos de desenvolvimento. Arnaldi tem 30 anos de experiência na área. Durante esse período, ele demonstrou habilidades de liderança excepcionais, um compromisso com a melhoria de sua comunidade e apoio completo aos membros de sua equipe.

Ao longo dos anos, a opinião de Arnaldi passou a ser respeitada no Brasil. Isso é atribuível a duas razões cruciais. Primeira, ele esteve à frente de muitos dos maiores projetos de infraestrutura pública do Brasil. Segunda, ele conquistou o apoio e a admiração das pessoas, o que é evidente em seus mandatos em vários cargos públicos. Arnaldi tornou-se presidente do Sindicato da Indústria da Construção do Oeste do Paraná em 2000. Então, em 2002, atuou como presidente da Câmara Estadual da Construção Civil. Trabalhando nessas capacidades, Arnaldi tem defendido a indústria da construção no Brasil em todas as principais plataformas. Em 2018, também atuou como deputado federal do Estado do Paraná.

Indústria de infraestrutura pública no Brasil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2019, o setor de infraestrutura contribuiu para um aumento geral de 2% no PIB do Brasil. Segundo Edenilso Rossi Arnaldi, esse aumento foi um forte indicador de geração de empregos, áreas suburbanas prósperas e geração geral de riqueza. 2019 provou ser um ano incrível para a indústria da construção no Brasil, que acabou gerando de 150.000 a 200.000 empregos para os brasileiros. Quando a pandemia chegou, o progresso contínuo que o Brasil desfrutava parou repentinamente. Para Arnaldi e sua empresa, este foi um período de grande incerteza. A saúde dos colaboradores e stakeholders da Sial Engenharia estava em risco e os projetos pararam. A economia estagnou e o único foco durante esse período tornou-se esforços para salvar vidas e projetos essenciais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo Arnaldi, embora a indústria de infraestrutura do país tenha sofrido um golpe inicial, ela não foi totalmente eliminada. A recuperação dos impactos da pandemia é certamente possível. A indústria conseguiu manter seu fluxo e poderá retomar o trabalho em condições de trabalho seguras. Esses atrasos, segundo Arnaldi, desaparecerão com o passar do tempo. Além disso, o país ainda está se saindo melhor, pelo menos em um contexto histórico, porque o desempenho estatístico do setor ainda é melhor do que quando Arnaldi entrou no negócio. De fato, suas previsões sobre isso estão se tornando realidade.

Ultimamente, o setor de infraestrutura começou a se recuperar no Brasil. Essa melhora é em grande parte atribuível às políticas favoráveis ​​implementadas pelo governo brasileiro. Em 2020, 44 projetos de infraestrutura foram oferecidos pelo governo. O Brasil é o maior país da América Latina e, como tal, tem muito potencial de crescimento econômico. A transformação no setor de infraestrutura pública é atribuível em grande parte ao crescente interesse do setor privado na indústria. O aumento do interesse, por outro lado, deve-se às baixas taxas de juros, o que facilitou para o setor privado levantar capital para vários projetos de infraestrutura pública. Aliado a políticas governamentais favoráveis, que incluem a redução da influência do setor público e o aumento das concessões e privatizações, significa que a indústria de infraestrutura está pronta para um crescimento contínuo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Perspectivas para os próximos anos

No início de 2021, o Brasil se tornou um destino cada vez mais popular para investidores privados no setor de infraestrutura. Havia duas razões para esse pico de interesse. Primeira, houve um aumento no apoio aos países em desenvolvimento. Segunda, os mercados emergentes estão se tornando um destino popular devido à alta competição por ativos em outros países da OCDE.

A economia do Brasil sofreu muito historicamente, principalmente pela corrupção e depois pela pandemia. A economia está agora a caminho da recuperação. O governo implementou uma reforma abrangente, que serviu para diminuir as crescentes preocupações dos investidores privados. A previsão é que a produção da construção no Brasil cresça 3,6% em 2022.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

2021 provou ser um grande ano para o Brasil, pois várias empresas de construção receberam contratos que totalizam quase US$10 bilhões. Apesar do governo trabalhar arduamente para atrair investimentos estrangeiros, não há nada a temer para as construtoras locais, que ainda desfrutam da maior parte do trabalho do governo. Dos 22 projetos de construção de aeroportos que foram premiados, apenas sete foram para uma construtora francesa, enquanto o restante foi assegurado por empresas locais.

Nas estatísticas divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desempenho do setor no primeiro trimestre de 2021 foi muito melhor do que o previsto anteriormente. Um aumento de 2,1% foi registrado no primeiro trimestre de 2021, um grande aumento em relação aos -0,2% no primeiro trimestre de 2020. Algo que Edenilso Rossi Arnaldi já vinha dizendo há algum tempo. Seus trinta anos de experiência deram a ele uma visão que a maioria das estatísticas não é capaz de prever. Parece que ele tem uma compreensão intuitiva da indústria da construção no Brasil, o que permite que ele preveja situações que não seriam evidentes apenas com estatísticas. Como ele bem analisou em 2020, as estatísticas de crescimento da indústria da construção no Brasil voltaram aos níveis pré-pandemia.

Edenilso Rossi Arnaldi e a indústria da construção

Edenilso Rossi Arnaldi tem uma indústria investida na indústria da construção. Isso não é apenas porque ele é um ator importante na indústria, mas também porque grande parte de sua força de trabalho depende da indústria e dele para sua subsistência. Arnaldi trabalhou incansavelmente para gerar emprego e dar trabalho às pessoas das comunidades locais em que trabalha. As áreas rurais carentes têm sido o foco de seu trabalho. Ao buscar projetos de desenvolvimento nessas áreas, ele não apenas melhora sua infraestrutura, mas também oferece empregos para milhares de habitantes locais. Arnaldi tem argumentado continuamente a favor da indústria e a defendeu em todos os círculos de tomada de decisão. Quando as tensões eram altas sobre o futuro da indústria e os empregos das pessoas associadas a ela, ele permaneceu tranquilo. O tempo provou que suas palavras não eram apenas para aliviar a incerteza, mas foram fundamentadas em uma compreensão factual e profunda da indústria, reunida ao longo de 30 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email