100 dias da prisão de Lula é assunto mais comentado do Twitter no Brasil

Prisão política do ex-presidente Lula completa 100 dias e é duramente criticada por ativistas, jornalistas e políticos progressistas no Twitter; posts dizem que a condenação do petista deu-se sem provas e que ele é perseguido pelo judiciário brasileiro

100 dias da prisão de Lula é assunto mais comentado do Twitter no Brasil
100 dias da prisão de Lula é assunto mais comentado do Twitter no Brasil (Foto: Ricardo Stuckert)

Por William De Lucca – A hashtag #100DiasDeInjustiça, que lembra os 100 dias a prisão do ex-presidente Lula, foi o assunto mais comentado no Twitter no Brasil na manhã desta terça-feira (17). Políticos do campo progressista, militantes de esquerda e jornalistas falaram sobre o assunto, criticando a prisão política e arbitrária do petista.

O próprio pré-candidato do PT a presidente se pronunciou sobre a injustiça que vem sofrendo, através de um recado enviado para seu perfil no Twitter.

“Já estou preso há 100 dias. Espero provas de ter cometido qualquer crime, ou de que o apartamento do Guarujá seria meu. Agradeço a solidariedade dos que estão em vigília em Curitiba ou que se manifestaram pelo país”, disse.

O deputado federal Leo de Brito (PT-AC) ressaltou que Lula é um preso político e que foi condenado sem provas. “A eleição de Lula nas urnas representará a vitória de um povo contra o arbítrio e o triunfo da democracia contra os que querem destruí-la”, afirmou o parlamentar.

“Lula está preso porque seria reeleito presidente se estivesse solto. Isso faz dele um preso político. Este cenário faz parte do golpe, do estado de exceção em que vivemos”, disse a professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) e ativista feminista Lola Aronovich.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247