CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

A culpa é de Wagner?

Desempenho ruim do PT na Bahia é atribuído pela direção nacional do partido à forte onda de rejeição contra o governador Jaques Wagner

A culpa é de Wagner? (Foto: Karol Azevedo/Bahia 247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 –

No seu segundo mandato à frente do Palácio da Ondina, o governador Jaques Wagner enfrenta forte onda de rejeição. E isso tem afetado o desempenho dos candidatos do PT na Bahia, especialmente de Nelson Pellegrino, que concorre em Salvador e será socorrido por Lula. Dilma Rousseff ainda não decidiu se entra na campanha. Leia na coluna de Claudio Humberto:

PT culpa Jaques Wagner por fracasso na Bahia

O PT e lideranças partidárias na Bahia atribuem ao governador Jaques Wagner as dificuldades, e até possível fracasso, de candidatos petistas e da base nas eleições municipais. Wagner enfrenta forte onda de rejeição após a demorada greve dos professores, que durou 115 dias. Segundo os próprios aliados, o desgaste do governador deverá gerar prejuízo maior nas eleições em Salvador e nas grandes cidades.

Em baixa

Ressentidos por seus pleitos não terem sido atendidos, professores acompanham Jaques Wagner em eventos públicos só para vaiá-lo.

Beneficiado

Quem ganhou com a greve dos professores baianos foi o ACM Neto (DEM), que só sobe nas pesquisas de intenção de voto.

Mal a pior

O ex-presidente Lula confirmou visita a Salvador na sexta (14) para tentar salvar o candidato do PT à prefeitura, Nelson Pellegrino.

Sem paciência

Apesar do pedido de Lula, a presidente Dilma Rousseff ainda não decidiu se participará da campanha petista em Salvador.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO