'A sociedade não tem paciência para esperar até 2022', diz Lula sobre Bolsonaro

Em entrevista à agência Associated Press, o ex-presidente Lula defendeu que a mesma sociedade brasileira que elegeu Jair Bolsonaro tem o direito de destitui-lo. "Um presidente que cometeu erros e está criando um desastre. Bolsonaro, neste momento, é um desastre”, afirmou

(Foto: Reprodução | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Lula afirmou que Jair Bolsonaro corre o risco de ser forçado a deixar o cargo antes do fim de seu mandato, caso não mude a sua postura frente à pandemia do novo coronavírus.

"A sociedade brasileira talvez não tenha paciência para esperar até 2022", disse Lula, em entrevista à Associated Press.

“A mesma sociedade que o elegeu tem o direito de destituir esse presidente quando perceber que ele não está fazendo o que prometeu. Um presidente que cometeu erros e está criando um desastre. Bolsonaro, neste momento, é um desastre”, acrescentou, afirmando que a afronta de Bolsonaro contra o isolamento só dificulta os esforços de governadores e prefeitos para conter o vírus.

Lula também criticou a demora do governo nas medidas sociais e econômicas, enquanto age para amparar bancos. 

"Para vencer o coronavírus, precisamos de mais Estado, mais ação das autoridades públicas, de ganhar dinheiro novo e garantir que ele chegue às mãos das pessoas, frisou. “Os que precisam de liquidez neste momento são pessoas pobres. Eles precisam comprar sabão, desinfetante para as mãos. É quem precisa de liquidez, não o sistema financeiro brasileiro”, completou.

Ele defendeu que o governo imprima dinheiro. classificando como medida necessária em uma circunstância desesperada.

"Em tempos de guerra, você faz coisas que não são normais porque o que importa é a sobrevivência", disse ele. "O coronavírus é um inimigo invisível cuja forma sabemos, mas ainda não sabemos como derrotá-lo."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email