Alcolumbre diz que Congresso acompanhará dados do coronavírus pelos estados

"É papel do parlamento buscar a transparência em um momento tão difícil para todos", disse o presidente do Senado, Davi Alcolumbre

Presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), concede entrevista após presidir a 51ª sessão deliberativa remota.
Presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), concede entrevista após presidir a 51ª sessão deliberativa remota. (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Diante da recente mudança na forma como o Ministério da Saúde atualiza os números do avanço do coronavírus no Brasil, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, informou pelo Twitter que o Congresso Nacional se pautará agora pelos números coletados pelas secretarias estaduais de saúde.

"Após reunião de líderes de hoje (8), ficou decidido que a Comissão Mista Especial de Acompanhamento do Coronavírus trabalhará com os dados estatísticos da pandemia fornecidos pelos estados e DF. É papel do parlamento buscar a transparência em um momento tão difícil para todos", escreveu Alcolumbre.

Em mais uma evidência de que o governo federal tenta maquiar os números da pandemia, Jair Bolsonaro exigiu que os números de óbitos ficassem abaixo de mil por dia.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247