Após 40 anos, Aldo Rebelo deixa o PCdoB

Partido confirmou a saída do ex-ministro e ex-presidente da Câmara, que era filiado desde 1977, quando a sigla ainda atuava na clandestinidade, durante o período da ditadura militar; sua ida para o PSB se dá como provável, mas ainda não foi formalizada

Bras�lia - O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, participa de audi�ncia p�blica na Comiss�o de Educa��o, Cultura e Esporte do Senado, para discutir os preparativos para a Copa das Confedera��es, em 2013, e para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014
Bras�lia - O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, participa de audi�ncia p�blica na Comiss�o de Educa��o, Cultura e Esporte do Senado, para discutir os preparativos para a Copa das Confedera��es, em 2013, e para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro e ex-presidente da Câmara Aldo Rebelo deixou o PCdoB após 40 anos filiado ao partido.

A informação foi confirmada nesta quarta-feira 16 pela presidente nacional da legenda, Luciana Santos. Em nota, ela disse que as opiniões convergentes e os fortes laços que ligam Rebelo ao partido contribuem para manter o diálogo em tornos das grandes questões nacionais.

Rebelo era filiado ao PCdoB desde 1977, quando a sigla ainda atuava na clandestinidade, durante o período da ditadura militar. Sua ida para o PSB é dada como provável, mas ainda não foi confirmada pelo político.

Leia a íntegra da nota de Luciana Santos:

Conforme noticiado hoje na coluna da jornalista Rosângela Bittar do Valor Econômico, Aldo Rebelo, de fato comunicou-me na segunda-feira passada,14/8, o seu afastamento do PCdoB.

Entretanto, dada a convergência de opiniões políticas e os fortes laços que continuam ligando Aldo ao nosso Partido, manteremos o diálogo em torno das grandes questões nacionais.

Luciana Santos

Presidenta Nacional do PCdoB
16 de agosto de 2017

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email