Após apoio declarado de Eduardo, Bolsonaro recua e repudia invasão da embaixada da Venezuela

Sob pressão, Jair Bolsonaro postou no Twitter que o governo "repudia a interferência de atores externos" na embaixada da Venezuela em Brasília e toma providências para evitar a violência no local

www.brasil247.com -


247 - Cerca de oito horas depois da invasão da embaixada da Venezuela em Brasília por apoiadores do opositor do presidente Nicolás Maduro, Juan Guaidó, Jair Bolsonaro postou no Twitter que repudia a ação e que o governo toma as medidas necessárias para evitar que haja violência no local.

Mais cedo, no entanto, seu filho Eduardo Bolsonaro, deputado federal e presidente da Comissão de Relações Exteriores na Câmara, declarou apoio à invasão, que viola a Convenção de Viena da qual o Brasil é signatário, conforme lembrou o PT em nota

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email