Após trocar de partido, Hilton pode deixar Esporte

Menos de uma semana depois de trocar o PRB pelo Pros para se manter à frente do Ministério do Esporte, George Hilton teria sido avisado pela presidente Dilma Rousseff que terá que deixar o comando da pasta; segundo a coluna Painel, Dilma tenta convencer pelo menos parte do PRB a voltar a apoiá-la; em seu lugar deverá assumir Ricardo Leyser

Menos de uma semana depois de trocar o PRB pelo Pros para se manter à frente do Ministério do Esporte, George Hilton teria sido avisado pela presidente Dilma Rousseff que terá que deixar o comando da pasta; segundo a coluna Painel, Dilma tenta convencer pelo menos parte do PRB a voltar a apoiá-la; em seu lugar deverá assumir Ricardo Leyser
Menos de uma semana depois de trocar o PRB pelo Pros para se manter à frente do Ministério do Esporte, George Hilton teria sido avisado pela presidente Dilma Rousseff que terá que deixar o comando da pasta; segundo a coluna Painel, Dilma tenta convencer pelo menos parte do PRB a voltar a apoiá-la; em seu lugar deverá assumir Ricardo Leyser (Foto: Aquiles Lins)

247 - Coluna Painel, da Folha de S. Paulo, publicou nesta quarta-feira, 23, que o ministro do Esporte, George Hilton, teria sido avisado pela presidente Dilma Rousseff que terá que deixar o comando da pasta. Em seu lugar deverá assumir Ricardo Leyser. 

"Dilma tenta convencer pelo menos parte do PRB a voltar a apoiá-la. 'Catando moedas como estamos, qualquer fatia de qualquer partido vale muito', explica um palaciano", diz a coluna assinada por Natuza Nery

O PRB decidiu deixar a base do governo no último dia 16 (leia aqui). O partido conta 22 deputados federais na Câmara. Para continuar à frente do Ministério do Esporte, George Hilton decidiu trocar o PRB pelo Pros. Na ocasião, Hilton afirmou que se desfiliava para trabalhar para "desfazer conflitos, evitar injustiças e trabalhar com afinco pela normalidade democrática" (leia mais).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247