Barroso diz que avanços do governo Lula foram efeitos da lei

 O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse recentemente que "é preciso interpretar a Constituição em sintonia com o sentimento social“. Para o ministro, a depender do momento a Constituição pode ser criativamente interpretada aos sabor dos interesses que vem "da rua"; ele ainda diz que "o Brasil vive um processo de refundação" e "a saída do Brasil do Mapa da Fome foi resultado apenas da lei"

Barroso diz que avanços do governo Lula foram efeitos da lei
Barroso diz que avanços do governo Lula foram efeitos da lei (Foto: Alan Marques/ FOLHAPRESS/0619)

Do Portal Vermelho - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse recentemente que ´"é preciso interpretar a Constituição em sintonia com o sentimento social“, ou seja, a depender do momento a Constituição pode ser criativamente interpretada aos sabor dos interesses que vem "da rua".

Partindo dessa premissa, o ministro decidiu reinterpretar a história. Ele disse durante palestra sobre os “30 anos da Promulgação da Constituição Federal de 1988”, em Fortaleza, na Câmara Municipal da capital do Ceará, nesta segunda-feira (23), que o Brasil vive um processo de "refundação" e que a inclusão social - como a saída do Brasil do Mapa da Fome - foi resultado apenas da lei.

“O Brasil superou as metas de inclusão. O IDH dos últimos 30 anos foi o que mais cresceu na América Latina. Nós tivemos no Brasil um aumento de 11 anos na expectativa de vida, um aumento expressivo da escolarização e um aumento de 50% na renda das pessoas", disse Barroso, ignorando o fato de que esses números só passaram a ter um resultado positivo a partir da vitória do campo progressista, em 2002.

Leia mais aqui.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247