Bolsonarismo encolheu, diz Rodrigo Maia

Para Maia, por conta da volta ao patamar normal, muitos candidatos que tiveram apoio do presidente nas campanhas para prefeito deste ano tiveram dificuldades para decolar e correm risco de ficar de fora de um segundo turno

Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia
Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Depois de uma votação expressiva em 2018, quando se elegeu presidente da República, o presidente Jair Bolsonaro está voltando ao tamanho normal, disse neste domingo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Para Maia, por conta da volta ao patamar normal, muitos candidatos que tiveram apoio do presidente nas campanhas para prefeito deste ano tiveram dificuldades para decolar e correm risco de ficar de fora de um segundo turno.

“Havia em 2018 um sentimento que ele acabou representando, mas não necessariamente era a base dele”, disse Maia a jornalistas após votar em uma escola na zona oeste do Rio de Janeiro.

“A base dele sempre foi até o momento da facada e até o voto útil, um candidato de 18%, 20%. A avaliação positiva era perto disso com 23%, 24% de ótimo e bom“, acrescentou o deputado.

“Eu acho que agora (Bolsonaro) representa o tamanho do núcleo dele que era muito menor que os 46% de intenção de voto que ele teve, ele está voltando ao tamanho normal e a influência é menor, especialmente nas capitais onde a cobrança é muito maior do que nos municípios do interior”, avaliou.

Ao ser questionado se Bolsonaro saíra mais fraco das eleições, Maia disse que é preciso aguardar o resultado final da votação.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email