Bolsonaro admite que só está no poder porque Moro prendeu Lula

Num reconhecimento de que só está no poder porque o ex-presidente Lula foi preso por Sérgio Moro, Jair Bolsonaro admitiu que não venceria a eleição se o atual ministro da Justiça "não tivesse cumprido bem a missão" quando era juiz da Lava Jato

Reuters - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que não estaria onde está agora se o atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, não tivesse cumprido bem a missão quando era juiz responsável pela operação Lava Jato.

Segundo o presidente, que fez discurso ao lado do ministro durante cerimônia de formatura de novas turmas da Polícia Federal, parte do que acontece na política brasileira atualmente se deve a Moro.

Bolsonaro não citou nenhuma ação específica julgada por Moro enquanto esteve à frente da Lava Jato. No entanto, Moro foi o responsável por condenar em primeira instância o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que era líder das pesquisas eleitorais antes de ser proibido de disputar a eleição do ano passado devido à Lei da Ficha Limpa.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

Ao vivo na TV 247 Youtube 247