Bolsonaro convoca imprensa para apresentar supostas provas de fraudes em eleições passadas

Aviso exige que as emissoras interessadas transmitam ao vivo toda a fala de Bolsonaro e não abre espaço para perguntas dos jornalistas

01/06/2021
REUTERS/Ueslei Marcelino
01/06/2021 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News

Reuters - O Palácio do Planalto convocou a imprensa nesta quinta-feira (29) para transmitir a tradicional live do presidente Jair Bolsonaro, em que ele promete apresentar supostas provas de fraudes nas últimas eleições no país.

O aviso exige que as emissoras interessadas transmitam ao vivo toda a fala de Bolsonaro e não abre espaço para perguntas dos jornalistas.

Bolsonaro alega fraudes nas eleições desde março de 2020, quando prometeu mostrar provas de que teria vencido as eleições de 2018 no primeiro turno --o que não fez até agora.

PUBLICIDADE

Nas últimas semanas, com a popularidade em queda e com pesquisas mostrando que pode perder a reeleição, intensificou as acusações, não apenas ao pleito de 2018, como a de 2014.

Bolsonaro alega, sem provas, que o tucano Aécio Neves teria na verdade vencido as eleições contra Dilma Rousseff (PT), mas fraude nas urnas eletrônicas teriam dado a vitória à petista.

O presidente tem dito nos últimos dias que irá apresentar essas provas na live desta quinta, com uma pessoa que chama de especialista confirmando a fraude. As informações, que aparecem em vídeos que circulam pela internet, já foram desmentidas pelo Tribunal Superior Eleitoral.

PUBLICIDADE

O próprio Aécio disse recentemente em entrevista que não acredita ter vencido a eleição de 2014 ou que o pleito daquele ano tenha sido fraudado.

Bolsonaro tem defendido fortemente que seja aprovada a adoção do voto impresso para as urnas eletrônicas com o objetivo de, segundo ele, garantir que as eleições de 2022 não sejam fraudadas.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e assista:

PUBLICIDADE

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email