Bolsonaro defende Temer: não vou dizer que tudo está errado no governo dele

O candidato de extrema direita à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou  que nem tudo do governo de Michel Temer é ruim e não descartou a possibilidade de manter membros do governo Michel Temer em cargos de confiança, caso vença as eleições; "O que está dando certo, você tem que continuar. Eu não vou dizer que tudo está errado no governo Temer, né?"; governo Michel temer suprimiu direitos históricos dos trabalhadores, congelou investimentos por 20 anos, e cortou gastos com programas sociais

Bolsonaro defende Temer: não vou dizer que tudo está errado no governo dele
Bolsonaro defende Temer: não vou dizer que tudo está errado no governo dele

247 com Reuters - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou neste sábado que nem tudo do governo de Michel Temer é ruim e não descartou a possibilidade de manter o atual presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, caso seja eleito, além de defender o fim da reeleição presidencial. "O que está dando certo, você tem que continuar. Eu não vou dizer que tudo está errado no governo Temer, né?", comentou.

Sobre o Banco Central, Bolsonaro disse que o assunto está sob os cuidados do economista Paulo Guedes, cotado para o Ministério da Economia. "Isso eu converso com o [economista] Paulo Guedes. Eu prefiro conversar com ele. Melhor do que outro candidato que conversa com presidiário", disse em referência as visitas feitas pelo candidato do campo democrático ao ex-presente  Lula, que está preso em Curitiba por razões políticas. 

Bolsonaro prometeu, ainda, trabalhar por uma reforma política que promova o fim da reeleição e uma redução no quadro de parlamentares. "O que eu pretendo é fazer uma excelente reforma política, acabando com o instituto da reeleição, que começa comigo caso seja eleito, e reduzindo um pouco, em 15 ou 20 por cento, a quantidade de parlamentares", disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247