Bolsonaro já discute na privacidade não terminar o mandato

De acordo com reportagem da revista Carta Capital, o presidente teria dito a um interlocutor, em conversa reservada que iria embora do Brasil

(Foto: Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - De acordo com reportagem da Carta Capital, Jair Bolsonaro já admite não terminar o mandato presidencial. Segundo a publicação, em conversa reservada em 26 de agosto sobre o país e seu governo, Bolsonaro comentou: “Eu vou embora do Brasil”.

O interlocutor questionou: “Vai levar quem?”. A resposta foi típica de Bolsonaro: “Sou hétero, só minha mulher”. A pessoa que ouvia saiu com a impressão de que Bolsonaro já começa a pensar na possibilidade de não terminar o mandato.

Um dia antes do fato, o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, usou o Twitter para dizer que o pai deveria utilizar as redes sociais para enfrentar jornalistas.

 “Quando as pessoas forem hipnotizadas para ter este pensamento será o fim. Sairá o único presidente eleito sem amarras, capaz de mudar o sistema, e entrará um bundão a servir este establishment”, escreveu Eduardo.

Por “bundão” ele se referia, certamente, ao vice-presidente, o general Hamilton Mourão.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email