Bolsonaro tenta salvar aliança com PRP

Um dia após a negativa do PRP em apoiá-lo nas eleições 2018, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), tenta concretizar uma aliança com o partido para ter como vice na chapa o general Augusto Heleno (PRP); o presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno, viaja nesta quinta-feira (19), para São Paulo, onde tentará um encontro com o presidente do PRP, Ovasco Resende

Bolsonaro tenta salvar aliança com PRP
Bolsonaro tenta salvar aliança com PRP (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

247 - Um dia após a negativa do PRP em apoiá-lo nas eleições 2018, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), ainda tenta salvar a aliança com o partido para ter como vice na chapa o general Augusto Heleno (PRP). O presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno, viaja nesta quinta-feira (19), para São Paulo, onde tentará um encontro com o presidente do PRP, Ovasco Resende. 

Resende confirmou que Bebianno entrou em contato com representantes do partido em Brasília, ligados a Bolsonaro, para perguntar se ele o receberia. "Eu disse para o pessoal do PRP-DF que atenderia Bebianno, assim como atenderia qualquer presidente nacional sem problema nenhum. Eu administro o partido, não posso falar não. Devo atender a todos, como estamos fazendo", disse ao Estadão.

O dirigente informou que aguarda agora a ligação de Bebianno para marcar o encontro. "Eles disseram que ele (Bebianno) iria me ligar, que ele estaria aqui em São Paulo hoje para outras reuniões. É só ele me ligar para saber onde eu estou porque tenho uma agenda extensa hoje, que vai até a madrugada. Vou atende-lo na medida do possível", afirmou

Em Goiânia, Bolsonaro ironizou a falta de acordo para conseguir alianças eleitorais. "Eu não quero apoio para 2018, não. Quero para 2022, porque 2018 já era", afirmou o militar reformado em tom de brincadeira.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247