Bolsonaro usa coronavírus para fazer ameaça explícita à democracia

Jair Bolsonaro declarou em entrevista que o Brasil “pode sair da normalidade democrática” e que “ninguém sabe o que pode acontecer”

(Foto: Isac Nobrega - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Horas após o pronunciamento de Jair Bolsonaro sobre a pandemia de coronavírus, o chefe do Executivo ameaçou as instituições democráticas do país nesta quarta-feira (25), segundo informação do jornal O Globo.

Em entrevista na porta do Palácio do Alvorada, Bolsonaro voltou a atacar os governadores de estado, afirmou que “ninguém sabe o que pode acontecer no Brasil", e declarou que o país “pode sair da normalidade democrática”. 

O chefe do Executivo disse na última sexta (20) que seria "relativamente fácil" decretar estado de sítio no Brasil, e concentrar os poderes. 

O colunista responsável pelo texto, do jornal O Globo, Bernardo Mello Franco, alertou: “As declarações indicam que Bolsonaro vê na crise do coronavírus uma oportunidade para radicalizar em sua estratégia de confronto com as instituições”.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247