Bolsonaro volta a pressionar pelo fim da quarentena, em nome da economia

Jair Bolsonaro voltou a defender o fim do isolamento social para agradar o setor econômico, mesmo após o país atingir 1 mil mortes por coronavírus. Ele compartilhou um vídeo em suas redes, de duas semanas atrás, em que pede "volta à normalidade”

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro voltou a defender o fim do isolamento social, mesmo após o país atingir 1 mil mortes por coronavírus e o sistema de saúde público já beirar o colapso em alguns Estados. 

Ele compartilhou um vídeo em suas redes neste sábado (11), de duas semanas atrás, em que pede "volta à normalidade”. 

“Há 2 semanas falei sobre o que poderia acontecer no Brasil, caso se preocupassem apenas com um problema”, escreveu ele na postagem. 

Bolsonaro diz que, se a população não retornar à rotina nas ruas, “daqui alguns poucos dias poderá ser tarde demais”.

Há duas semanas, Bolsonaro, além de defender o fim da quarentena, também afirmou que mortes por Covid-19 ficariam abaixo das 796 por H1N1. 


O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247