Bonifácio desafia PSDB e diz que não larga relatoria de denúncia

O deputado Bonifácio de Andrada e Silva (PSDB-MG), escolhido para relatar a segunda denúncia contra Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara desafia o partido e diz que permanecerá no cargo; o PSDB pressiona para que o parlamentar deixe a função

Bonifácio Andrada
Bonifácio Andrada (Foto: Charles Nisz)

247 - Pressionado pelo PSDB para deixar a relatoria da denúncia contra Michel Temer, o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) disse que não deve se afastar da função. Para Bonifácio, quem estiver em desacordo com a presença dele no cargo de relator, deve reclamar com o presidente de comissão - que o designou para a função.

Nesta terça (03), o líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli (SP), disse que esperaria até a manhã desta quarta-feira (4) que Bonifácio de Andrada deixasse a relatoria para evitar constrangimentos ao partido.

Andrada minimizou a pressão do partido. "Faz parte do processo político. Tem grupos que são numa direção, tem grupos que são em outra. Isso não me assusta. Com 50 anos de vida pública, isso é mais um fato." O relator disse que começou nesta terça-feira a levantar os dados da denúncia e afirmou que utilizará até o último dia do prazo para concluir o relatório.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247