Brizola Neto se diz orgulhoso por assumir ministério do Trabalho

Na relao entre o capital e o trabalho, o Ministrio tem um lado que a proteo do regime de direitos e garantias do trabalhador brasileiro, disse o recm-nomeado ministro

Brizola Neto se diz orgulhoso por assumir ministério do Trabalho
Brizola Neto se diz orgulhoso por assumir ministério do Trabalho (Foto: Fabio Braga/Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - O recém-nomeado ministro do Trabalho e Emprego pela presidenta da República Dilma Rousseff, deputado Brizola Neto, disse hoje (1º), durante as comemorações do Dia do Trabalho organizada por cinco centrais sindicais na capital paulista, que assumir a pasta apoiado pelos trabalhadores é um orgulho muito grande e que, para ele, é claro o papel desse Ministério.

“Na relação entre o capital e o trabalho, o Ministério tem um lado que é a proteção do regime de direitos e garantias do trabalhador brasileiro”, afirmou Brizola Neto.

O ministro não quis falar muito durante o discurso porque disse que só assume a pasta na quinta-feira (3), mas lembrou que as notícias de geração de mais empregos no Brasil vieram em momento em que há um ambiente econômico favorável, de aumento da renda do trabalhador brasileiro.

“É esse o ambiente ideal para o avanço das lutas do movimento sindical e do conjunto dos trabalhadores. A união das centrais sindicais é o caminho e, em um ambiente de desenvolvimento econômico de um país que cresce e gera para o seu povo, a classe trabalhadora pode avançar”, falou Brizola.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, informou que a presidenta Dilma deixou claro em sua mensagem à população na noite de ontem (30) quais os rumos do governo em relação aos trabalhadores.

“É para a defesa de um emprego de qualidade, de um salário digno para todos, e por isso nosso governo tem feito uma intransigente defesa em busca do mercado interno e dos postos de trabalho”, disse Carvalho.

Segundo ele, o governo está trabalhando para reduzir o spread bancário e os juros. Ele reforçou ainda que a expectativa do governo é a de que o novo ministro do Trabalho e Emprego tenha uma relação boa com os sindicatos e as empresas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247