Cabral afirma ter arcado com despesas pessoais em Paris

Em vdeos divulgados pelo ex-governador e deputado federal Anthony Garotinho (PR), governador do Rio comemora aniversriode sua mulher em restaurante de luxo ao lado do empresrio Fernando Cavendish, dono da Delta Construes, em 2009

Cabral afirma ter arcado com despesas pessoais em Paris
Cabral afirma ter arcado com despesas pessoais em Paris (Foto: Divulgação)

247 – O assunto que repercutiu nas redes sociais ao longo do final de semana está dando o que falar no governo do Rio de Janeiro. As imagens de uma viagem do governador Sérgio Cabral, sua mulher, Adriana Ancelmo, e outras autoridades estaduais na companhia do empresário Fernando Cavendish, dono da Delta Construções, a Paris em 2009, foram divulgadas pelo ex-governador e deputado federal Anthony Garotinho (PR). Segundo a assessoria de imprensa do governo, Cabral esteve em Paris nos dias 14 e 15 de setembro de 2009 para compromissos oficiais. Procurada pelo GLOBO, a assessoria afirmou que o governador arcou com todas as despesas pessoais durante a viagem, mas não especificou os valores.

Leia na matéria do Globo:

Ao longo do fim de semana, o ex-governador e deputado federal Anthony Garotinho (PR) divulgou em seu blog vídeos e fotos que mostram o governador Sérgio Cabral, sua mulher, Adriana Ancelmo, e outras autoridades estaduais na companhia do empresário Fernando Cavendish, dono da Delta Construções, em 2009.

Cavendish se afastou do comando da empresa na semana passada, depois de relatórios da Polícia Federal, na Operação Monte Carlo, apontarem a Delta como financiadora de empresas fantasmas criadas pelo contraventor Carlinhos Cachoeira.

Dois vídeos mostram um jantar de comemoração do aniversário de Adriana em um restaurante de luxo, onde estavam presentes, além de Cabral e Cavendish, a então noiva do empresário, Jordana Kfouri, o secretário estadual de Saúde, Sergio Côrtes, e sua mulher e um casal não identificado. O jantar teria sido realizado no restaurante do Hotel de France, em Mônaco, segundo Garotinho, em 17 de setembro de 2009.

Segundo a assessoria de imprensa do governo, Cabral esteve em Paris nos dias 14 e 15 de setembro de 2009 para compromissos oficiais. Procurada pelo GLOBO, a assessoria afirmou que o governador arcou com todas as despesas pessoais durante a viagem, mas não especificou os valores.

Os vídeos mostram a proximidade de Cabral e Cavendish: em certo momento, o governador incentiva o empresário a marcar a data do casamento com Jordana e planeja detalhes das comemorações. Jordana faleceu em junho de 2011, em acidente de helicóptero que matou outras seis pessoas (entre elas a namorada do filho de Cabral) que iam para a festa de aniversário de Cavendish, em Porto Seguro.

Em outras imagens divulgadas por Garotinho, também registradas em setembro de 2009, aparecem ao lado de Cavendish, além de Cabral e Côrtes, os secretários estaduais dos Transportes, Julio Lopes, de Governo, Wilson Carlos, e da Casa Civil, Régis Fichter, além do atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Aloysio Neves, um dos responsáveis por fiscalizar os contratos do governo com as empresas. Inimigo político de Cabral, Garotinho, que não revelou a fonte das imagens, diz ter outras fotos e vídeos do governador com Cavendish.

Segundo o governo, a Delta recebeu R$ 1,176 bilhão em contratos desde a posse de Cabral, o que corresponde a 7,98% do investimento total em obras neste período, enquanto a participação da empresa nos investimentos do governo anterior teria sido de 8,07%. Em nota divulgada no fim de semana, o governador reconhece a amizade com Cavendish, mas nega ter conhecimento de que a Delta fazia negócios com Cachoeira: “Nunca misturei amizade com interesse público”, afirmou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247